20 junho 2014

10 motivos para se tornar um Arquiteto e Urbanista


Há algum tempo venho pensando em falar aqui no blog sobre motivos que me fizeram começar a trilhar minha carreira para me tornar uma Arquiteta e Urbanista. E já que eu já passei por esse processo de pesquisar carreiras e escolher a que eu mais me identificava, acho que posso falar um pouco disso por aqui. Dentre algumas dúvidas se era realmente isso que eu queria pra minha vida, já cheguei a pensar até em fazer Medicina Veterinária por gostar de biologia e de animais, mas... não tinha jeito, Arquitetura e Urbanismo, desde pequena (sim, quando eu era criança) e sem saber muito sobre essa carreira, de alguma forma tomou meu coração! Tudo bem que não cheguei ainda nem na metade do curso na faculdade, nesse momento estou terminando meu 3º período, pode ser que mais lá pra frente eu veja que não era isso que eu realmente queria, mas por enquanto, só posso dizer o contrário: é o que eu sempre quis!


Então, resolvi reunir 10 motivos, pensados por uma mera estudante de Arquitetura, para se tornar um Arquiteto e Urbanista. (Quem sabe eu não ajude alguém com dúvidas a se decidir sobre sua carreira, não é?)

1- Realizar o sonho de alguém. Transformar as ideias de um cliente em um projeto e torná-lo real, por meio da construção do mesmo. E depois poder ver e passear pelas suas ideias somadas às ideias do cliente todas ali bem na sua frente concretizadas! Deve ser uma sensação ótima e recompensadora ver seu projeto finalizado e um cliente feliz e realizado!

2- Usar a criatividade. Criar coisas novas. Usar novas e melhores ideias para o bem estar de todos que usufruirão do seu projeto de alguma forma. Ou seja, não só fazer apenas um prédio lindo e maravilhoso esteticamente sendo que na hora do uso ele não servirá para nada, não proporcionará nenhum bem estar. Arquitetos, entre suas múltiplas funções, projetam para facilitar a vida do cliente, pensam nos detalhes que ninguém havia pensado antes. Muitas pessoas que não conhecem o trabalho dos Arquitetos, às vezes os subestimam e acabam por fazer seus "projetos" sem o auxílio dessa pessoa que estudou 5 (ou mais) anos para isso. E aí aquela coisinha que tanto te incomoda nesse "projeto" que você fez sozinho poderia ter sido evitada e pensada de outra maneira e você teria gastado menos, pois não precisaria ter consertado, ou simplesmente não precisaria ter se incomodado e poderia ter saído mais satisfeito;

3- Estudar e entender como foram feitas as construções no passado e tirar o melhor proveito das descobertas e técnicas já realizadas e pensadas naquelas épocas que são utilizadas e melhoradas a cada dia. Sem contar que eu, pelo menos, acho super legal estudar algo como, por exemplo, história aplicada à Arquitetura ou à Arte e na hora de viajar, ver várias coisas que você já estudou e saber exatamente os motivos de tudo aquilo ter sido feito daquele jeito;

4- Desenvolver um senso crítico e a capacidade de observar e analisar os espaços a sua volta. Analisar e conhecer projetos já realizados por outros Arquitetos, sejam eles famosos ou não;


5- Se preocupar com as questões sociais. Projetar pensando no entorno, como seu projeto irá afetar as pessoas que passam por ele e as que fazem uso dele. Pensar na estética, no paisagismo, no conforto, na sustentabilidade, na viabilidade, nas características de seus usuários, em quanto dinheiro pode ser economizado quando todos os detalhes são pensados e estudados previamente, entre outras muitas coisas;

6- Enquanto cursar a faculdade, se descabelar à cada maquete de projeto que está para fazer, cada vez mais se espantar com o volume de trabalhos que à medida que o tempo passa aumentam mais (e a tendência é só piorar, não tem jeito!) e mesmo assim sentir aquela satisfação no fim de tudo isso, aquela sensação que mesmo que o seu projeto, seu trabalho, sua maquete não tenham ficado entre os melhores da turma, você simplesmente fica satisfeito com seu crescimento individual, com a experiência adquirida durante esse tempo que você se esforçou, pesquisou, pensou nas melhores soluções possíveis para produzir algo que você gosta de fazer. Por mais que o processo de tudo isso seja árduo, se você realmente gostar e ter consciência de que cada dia é uma chance para melhorar e aprender, o final vai valer à pena;

7- Buscar cada vez mais viajar, conhecer lugares novos, ser bastante curioso e, é claro, não esquecer de ler vários e bons livros. São formas maravilhosas de se aprender coisas novas. Viajar é algo que se torna fundamental. Sempre que tiver uma oportunidade de tirar um tempo para isso, nunca a deixe de lado. Estar presente nos lugares que você tanto leu e ouviu falar nos seus estudos com certeza fará você aprender mais sobre aquilo, e às vezes, até ficar sabendo de algo que através das salas de aula da faculdade, você não teve oportunidade de saber;

8-  Poder trabalhar em várias áreas diferentes como: a área de edificações, paisagismo, conservação e preservação de patrimônios históricos e culturais, restauro, interiores, urbanismo, cenografia, comunicação visual, design gráfico, projetar móveis e utensílios, entre outras;

9- Estar sempre antenado às coisas que acontecem pelo mundo afora. Afinal, você vai precisar de informações vindas de diversas áreas. Você precisará cumprir a legislação de cada local também. E terão vezes que você precisará pesquisar sobre algo que você nunca havia projetado antes durante seu período de estudo na faculdade. Por ser impossível saber fazer tudo, existem Arquitetos que se especializam em alguma área específica (como exemplos: área residencial, comercial, design de interiores, hospitais, urbanismo) e só trabalham com suas especialidades.

10- Gostar do que faz, do que estuda. Se aprimorar cada vez mais para estar atualizado e preparado para fazer uso de novas técnicas e tecnologias. Isso tudo sem pensar no retorno financeiro que isso lhe trará. O retorno é apenas uma consequência de um trabalho feito com gosto e amor. Porque quando se trabalha com o que se gosta, se sente mais felicidade e realização e tudo que vem a partir disso é uma recompensa.


Espero que tenham gostado dos 10 motivos e que todos eles tenham servido para alguma coisa, nem que seja só para uma breve noção do que é a Arquitetura e Urbanismo e os Arquitetos em sí! Me desculpem e me corrijam se escrevi algo errado, ok? E o mais importante: nunca se esqueçam de fazer algo que amam. E não por obrigação ou pela remuneração. Ninguém é feliz fazendo algo que não gosta, certo?


Créditos: Croquis do Arquiteto Norman Foster.

10 comentários:

  1. OMG, como uma apaixonada por arquitetura e futura arquiteta, esse é o blog perfeito para mim.
    E depois desse post tive mais certeza ainda que é isso que quero fazer.
    Adorei, e a partir de agora vou acompanhar o blog, ganhou uma nova leitora.
    Beijos HeyMarih

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh fico feliz por isso, Mariana! Fiz esse post com intuição de ajudar quem está com dúvidas em relação ao curso superior que deseja fazer! Não deixe de olhar os posts na categoria de "Arquitetura" e "Arquiternura", aposto que você irá gostar!!
      Beijos e obrigada pela visita!!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oi, primeiramente adorei o seu blog e gostaria de falar que eu penso muito em cursar arquitetura e urbanismo, mais devido aos inúmeros conselhos que recebi todos dizendo que para mim ter uma boa carreira neste ramo eu teria que ter alguém da minha família que já teria cursado arquitetura ou ter muita sorte em um bom apadrinhamento, isto me faz sentir um pouco insegura, mais não me faz pensar em desistir de estudar para ser uma boa arquiteta. Enfim, acho que não custa nada tentar a sorte, não é mesmo?.Se você tiver algum conselho ou dica pode me falar que serão bem-vindos; Obrigado, e sempre que puder passarei aqui no seu blog. Bjos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Mariikate! Então, eu não tenho ninguém da minha família no ramo e acho que isso não significa nada. Basta você confiar em si mesma, se dedicar e procurar ser a melhor sempre! Depende de você! Se você realmente gostar do que faz, tudo vai fluir naturalmente. Claro que não deve ser muito fácil pra ninguém mas creio que quando você chegar lá, todos vão se arrepender de ter dito isso pra você!
      Espero ter ajudado e qualquer coisa é só perguntar!
      E nunca se esqueça de trabalhar no que você ama, ninguém é feliz fazendo o que foi obrigado a fazer!
      Beijos!

      Excluir
  4. Oi Alice! Conheci seu blog agora e esse post realmente me fez ter ainda mais certeza do que eu quero. Penso em estudar arquitetura ha muito tempo e sempre fico na duvida, ainda mais porque eu não tenho mais 18 anos rsrs
    Adorei o blog e agora passarei aqui sempre!

    www.intuicaofeminina.net
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi Alice, acabei de descobrir o seu blog e já me sinto apaixonada rs. Também sonho em fazer arquitetura, e este ano irei tentar vestibular, mas tenho um certo receio por falarem que é muita matemática, que tem que saber desenhar.. Assim como você sempre sonhei em arquitetura, desde cedo, e agora estou indo atrás deste sonho. Adorei aqui e voltarei sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii querida!! Acredite, eu também tinha esses receios. Mas quando gostamos mesmo, corremos atrás dos nossos sonhos afim de superar nossas dificuldades!
      Fico feliz por ter gostado!! Volte sempre!! :)

      Excluir
  6. Oi Alice, me identifiquei muito com o que você escreveu! É bem isso mesmo *-* E você gosta do Norman Foster? Sou muito fã dele hahaha, Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh que bom que você se identificou!!
      Gosto do Norman Foster sim!! :D
      Beijos

      Excluir

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo